Logo VII Colóquio 1.png

 OS CENTROS ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO EM TEMPOS DE PANDEMIA: AÇÕES DE CUIDADO E POLÍTICAS PÚBLICAS

Convite

Estamos chegando ao VII Colóquio dos Centros Especializados em Reabilitação, um compromisso da AFAC, AFR e APN com a gestão do SUS que proporciona a capacitação dos profissionais envolvidos com o segmento da pessoa com deficiência.
                   Neste ano a AFAC terá prazer de recebê-los em sua casa, ano em que comemora os 90 anos de história de atuação  no município de Niterói no âmbito da pessoa com deficiência. 
O objetivo deste evento, além de capacitar a equipe é dialogar com os entes federativos a fim de pensar, construir e debater as políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência.
Cabe destacar que as três instituições habilitadas como CER – Centro Especializado em Reabilitação (AFAC, AFR e APN) são responsáveis pelo atendimento de quase três mil pessoas com deficiência nas modalidades visual, intelectual e física, além da dispensação de órteses e próteses pela oficina ortopédica e pela oficina de recursos ópticos.
                A programação deste ano contará com temas pautados nos desafios da implementação dos cuidados da Rede RCPD na região metropolitana.
Na primeira mesa, o debate estará focado na configuração desta rede (RCPD) e o papel dos CER´s, perpassando as discussões pelos parâmetros assistenciais, com discussões de tempo de permanência, fluxos, processos e porta de saída.
A segunda mesa ficará com a discussão da Reabilitação Pós COVID, com questões técnicas e de financiamento.
E a terceira mesa, pensamos em trazer um assunto pouco abordado, contudo cientes da necessidade de debates, reflexões e trocas, do aumento significativo de pacientes com indicação do uso medicinal do canabidiol e sabendo da dificuldade de legislação que ampare seu uso pelo Sistema Único de Saúde, nosso objetivo é trazer as discussões com um olhar ampliado e sensível acerca do uso desta medicação e que torne cada vez mais acessível às pessoas.
Este evento respeitará todos os protocolos de segurança ainda necessários e devido a isso, será realizado de maneira híbrida, presencial com apenas 50% da capacidade instalada de nosso auditório e, com a transmissão on-line.